quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

PNAD - Em Canoas foi encerrada!

Pelo menos nos 5 setores que eu recebi em Canoas nos bairros Rio Branco, Fátima, Centro e Harmonia.

Balanço final em Canoas:

Entrevistas realizadas: 63
Domicílios vagos: 3
Uso ocasional: 3
Em construção ou reforma: 1
Inexistente (n° não encontrado): 1
Não residencial: 2
Recusa: 4 


TOTAL: 77

Com direito a um setor perfeito e ideal com as 15 entrevistas do tipo Realizadas, sem vago, uso ocasional, inexistente, recusa...
E o mais importante: Nenhuma casa fechada em nenhum dos 5 setores!


Gráfico PNAD - Canoas - Tipo de entrevista




quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

PNAD - Condição no domicílio

Outro parente: Pode ser irmão, tio, primo, sobrinho, mãe, pai, avô...

Fonte: PNAD - Manual de entrevista - Rio de Janeiro - 2014

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Canoas Retrô - XII


Continuando a série Canoas Retrô, uma turma de alunos bem comportados numa sala de aula no Instituto São José no ano de 1947. Numa época em que o(a) professor(a) era autoridade máxima nas escolas e que tinha o absoluto respeito de pais e alunos e não essa coisa como está hoje em dia em que ninguém respeita ninguém. Na foto, todos meninos, nada de meninas junto. Se algum deles vive hoje, deve estar com no mínimo uns 76 anos.

Fonte: Livro Canoas - Anatomia de uma cidade - Pfeil, Antônio Jesus

domingo, 18 de janeiro de 2015

IBGE - PNAD Contínua - Como funciona?


E quanto a PME, adiaram seu fim para março de 2015, a qual deveria terminar em Dezembro de 2014. Será que ela vai terminar mesmo ficando apenas a PNAD Contínua ou vai seguir?

Fonte: Revista "Fala IBGE" - Nº 9 / maio - outubro 2014 pág. 35

Maiores detalhes no link:
http://pt.slideshare.net/agner/avaliao-de-usabilidade-da-pnad-contnua

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Tormentas - Viraram rotina

Bairro Rio Branco, o mais atingido em Canoas

Assim não dá! Todo o fim de tarde é a mesma coisa! Sempre quando vou sair de casa para tentar fazer pesquisa desaba um temporal, cai um toró...
Aí sempre resulta em árvores e postes caídos ou inclinados, falta de energia elétrica, casas destelhadas...
Assim não tem como trabalhar na rua.




Fotos: Jornal Zero Hora

sábado, 10 de janeiro de 2015

Verão - Pautas do jornalismo gaúcho e brasileiro

Sempre as mesmas coisas!

-Cuidados com a pele e uso de protetor solar;
-Aumento do n° de afogamentos (sim, no inverno diminui);
-Trânsito na Freeway todo o fim de semana (BR-290 de Porto Alegre - Osório);
-Entrevistas com veranistas na beira da praia;
-Cuidados no mar e cores das bandeiras dos salva-vidas (todo mundo sabe que o mar gaúcho é gelado, agitado com muito repuxo e cheio de buracos);
-Cuidados com alimentos vendidos na praia e armazenagem inadequada;
-Cuidados com as crianças na praia;
-Nordestinos que vem para as praias gaúchas vender roupas, óculos e alimentos (coisas que não existem por aqui);
-Foz do Rio Mampituba em Torres imprópria para banho. Outras praias, tudo próprias para banho (em Santa Catarina a coisa muda bastante);
-Alta do preço do material escolar e o que as escolas particulares não podem exigir de pais e alunos;
-Vento "nordestão" na praia;
-Infra-estrutura precária das cidades litorâneas (mesmo assim, o pessoal vai em massa);
-Multas por excesso de velocidade e embriaguez ao volante;
-Cuidados ao deixar a casa sozinha na cidade como correspondência acumulada, ninguém cuidando da casa, grama alta...
-Esse ano pelo menos fizeram matéria sobre a precariedade dos quiosques na beira da praia e os preços exorbitantes cobrados por água de coco, picolé, milho, cerveja, refri... é só isso que vendem.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

PNAD - Educação


Nessa parte do questionário é possível verificar:

-Total e percentual de pessoas analfabetas;
-Total de pessoas que frequentam escola e universidade;
-Se a escola é publica (municipal,estadual ou federal) ou se é particular;
-N° de crianças fora da escola;
-N° de crianças que frequentam creche ou escola de educação infantil;
-Número médio de anos de estudo;
-Grau e taxa de escolaridade;
-Alunos atendidos pelo ensino público;

Opções de escolaridade (ao longo dos anos sofreu alterações pela Legislação Educacional do país e pelo Ministério da Educação);

-Alfabetização;
-Creche;
-Maternal/Jardim de Infância;
-Elementar (primário e ginásio)
-Médio Científico
-Ensino Fundamental ou 1º Grau (8 ou 9 anos);
-Ensino Médio ou 2º Grau (3 ou 4 anos);
-EJA ou supletivos do 1º e 2º Grau;
-MOBRAL (alfabetização de jovens e adultos);
-Superior de graduação (de 3 a 6 anos);
-Mestrado ou doutorado.

Acesso a Internet por meio de:

-Computador de mesa ou notebook;
-Celular;
-Tablet;
-Televisão
-Outros equipamentos.

-Se a pessoa possui internet em casa ou não e se é Banda Larga, Discada ou 3G/4G;
-Se a pessoa costuma acessar internet fora de casa (em lan-house, telecentros, escola, trabalho...) caso não tenha em casa.
-Se a pessoa possui aparelho de telefone celular ou não.

Fonte: PNAD - Manual de entrevista - Rio de Janeiro - 2014

Enfim, educação começa em casa, conforme publicação do link abaixo:
http://issuu.com/marcusvinicius53/docs/educa____o_come__a_em_casa_-_turma-

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

PNAD - Contraste entre setores

 Só eu quis vir trabalhar na vila 100% de chão batido em Gravataí. Para esse pessoal não importa se a Seleção Brasileira leva 7, 10, 200 ou 1000 gols num jogo de Copa do Mundo. Muito menos pra mim, principalmente depois das patifarias e corrupção da CBF a partir dos anos 2000. A qualidade de vida no local continua precária e péssima.

Uma vila pobre num distrito bem na periferia de Gravataí. Não há rede de esgoto, saneamento básico e nem água encanada.


Uma rua qualquer no centro de Canoas com prédios de classe média pra cima. Percebe-se que a calçada está muito mal conservada, com mato crescendo, um problema crônico em toda a cidade conforme o 1º post do blog.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Novo - Feliz Ano!

Desejamos que o ano novo seja de amor, paz, saúde, prosperidade e o início de novas alegrias para todos! E lógico, sem Palhaço do Satanás para atrapalhar e atrasar nossas vidas.

domingo, 28 de dezembro de 2014

PNAD Gravataí - Setor rural


Esse setor rural de Gravataí está me dando uma trabalheira para achar as casas selecionadas, pois o recenseador que fez a listagem do setor em 2010 fez tudo errado, começando pelos endereços das casas.
Das 16 casas selecionadas no setor, fiz 5 entrevistas, mais um vago e 3 casas não encontradas ou inexistentes até agora. Uma casa eu achei, mas o morador não estava. As outras restantes, não sei se vou conseguir achar. Isso que tenho auxílio de colegas que dirigem o carro do IBGE.